segunda-feira, 2 de maio de 2011

O LEGADO DE BRIGHAM YOUNG


Brigham Young foi o segundo Presidente d’A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias. Sucedeu, polemicamente, Joseph Smith Junior, que fora assassinado na cadeia de Liberty. Ele afirmou categoricamente, que as palavras transmitidas, tanto por Joseph Smith Jr., quanto por ele mesmo, eram as palavras de Deus. Proclamava-se o portador da vontade de Deus para o mundo. Intitulava-se, Profeta, Vidente e Revelador. De forma afirmativa, ele e outros líderes Mórmons do passado, ensinaram que a doutrina não podia ser mudada. Vou mostrar agora alguns desses ensinamentos “inspirados por Deus”:
 A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias possuía um jornal. Os líderes escreviam e comunicavam despretensiosamente, aos membros, “a vontade de Deus”. O nome deste jornal era Journal of Discourses, ou Jornal dos Discursos. Hoje, se pode acessar o conteúdo on line dessas mensagens, no seguinte endereço: http://www.journalofdiscourses.org Vejamos algumas palavras do “Profeta de Deus”:

"Observem algumas classes da família humana, refiro-me aos negros. Eles são toscos, feios, desagradáveis e baixos em seus hábitos. São selvagens, e aparentemente, privados de quase todas as bênçãos de inteligência, que é normalmente, concedida a humanidade. O primeiro homem que cometeu um crime hediondo de matar um de seus irmãos foi amaldiçoado por muito mais tempo, do que qualquer outro dos outros filhos de Adão. Caim matou seu irmão. Caim poderia ter sido morto. Se fosse, teria posto um fim nessa linhagem de seres humanos. Isso não era para ser assim. Então o Senhor colocou uma marca nele, que é o nariz chato e pele negra. Analisem a humanidade até após o dilúvio. Vejam que depois do mesmo, outra maldição foi pronunciada sobre a mesma raça – que deveria ser o "servo dos servos", ou escravidão. Isso será, até que a maldição seja removida. Os abolicionistas não poderão ajudá-los, e nem ao menos alterar o decreto de Deus. Quanto tempo será a corrida para suportar a terrível maldição que está sobre eles? Essa maldição permanecerá sobre eles, e eles não podem receber o Sacerdócio ou compartilhá-lo até que todos os outros descendentes de Adão possam ter recebido as promessas e desfrutaram as bênçãos do sacerdócio e suas chaves. Até os últimos dos resíduos dos filhos de Adão são educados para que uma posição favorável. Os filhos de Caim não podem receber as ordenanças do Sacerdócio. Eles foram os primeiros que foram amaldiçoados, e serão os últimos dos quais a maldição será removida. Somente após os resíduos da família de Adão chegar a receberem as suas bênçãos, então, a maldição será removida da semente de Caim, e eles receberão as bênçãos em semelhante proporção". Journal of Discourses Volume 7 Página 291, Brigham Young, 09 de outubro de 1859.

Os escritos acima revelam, para os leitores que não conhecem o mormonismo, o racismo existente no seu inicio. O Presidente Brigham Young se achava o dono do estado de Utah, onde se estabeleceu e construiu a cidade de Salt Lake City e outras pequenas cidades no território do Estado.
Ele também costumeiramente falava que era a própria “palavra de Deus”. Há indícios de que, seus ensinamentos, juntamente com os de Joseph Smith Junior, tenham induzido os Mórmons ao massacre de Mountain Meadows, onde, foram mortos em forma de execução, “em nome de Deus”, 120 pessoas, inclusive mulheres e crianças. Veja os trailer do filme em:
video




O Massacre de Mountain Meadows resume-se no assassinato de cerca de 120 emigrantes que estavam passando pelo Sul de Utah, em setembro de 1857. O massacre ocorreu mais precisamente, em 11 de setembro de 1857. Os imigrantes homens, mulheres e crianças estavam viajando para a Califórnia. Saíram do Estado de Arkansas. Uma parte estava em carroções. Eles foram mortos por um grupo de Mórmons com a ajuda de índios Paiutes.
A Montanha Meadows está localizado num vale rochoso, de cerca de 35 quilômetros a sudoeste de Cedar City, Utah. Vou resumir a história para que todos saibam como os fatos se deram.
Depois de sairem do Estado de Arkansas, o comboio de carroções viajou para o oeste através do territórios dos Estados de Kansas e Nebraska, antes de entrar no território de Utah. Em Utah, o comboio seguiu para o sudoeste, até chegar a Cedar City. Cedar City era a última parada antes da Califórnia. Em Cedar City, as pessoas que estavam no comboio tentaram comprar grãos e insumos, mas os Mórmons do local se recusaram em vender para eles, devido suspeitarem de ajudarem os inimigos em potencial.
Desde que eu estava na Igreja SUD, sempre ouvi as palavras “inimigo”, “mundo”. Parece que isso é peculiar do mormonismo. Se acham que são superiores e que as demais pessoas que não compartilham de suas crenças, são “inimigas”, “mundanas” e “do mal”.
Voltando ao massacre, deu-se da seguinte maneira: Depois que os integrantes do comboio deixaram Cedar City, frustrados com a recusa dos Mórmons locais em não vendê-los os bens necessários, continuaram pelo sudoeste, através do desfiladeiro chamado Mountain Meadows. Lá, eles foram atacados por assaltantes Mórmons, alguns deles foram mortos. Os emigrantes restantes retiraram seus carroções e fizeram um círculo de proteção. Nos próximos cinco dias, que se seguiram, os emigrantes foram detidos dentro círculo. Durante este período, eles foram atacados mais duas vezes.
Em 11 de setembro de 1857, o Mórmon John D. Lee entrou no círculo de carroções com uma bandeira branca, convencendo os emigrantes a se renderem pacificamente. Era Necessário que eles entregassem as suas armas. As mulheres e crianças foram escoltadas para fora em primeiro lugar, depois os homens e meninos. Cada homem e rapaz foi escoltado pela patrulha de Santo dos Últimos Dias que estavam bem armados.
Andaram por cerca de um quilômetro, quando, foi dado um sinal pré-determinado. Os Mórmons se viraram para as pessoas que estavam andando a pé, atiraram em cada homem e menino. Os Índios, que haviam sido convencidos pelos Mórmons a participar do massacre, saíram de seus esconderijos para atacar as mulheres e as crianças.
A maioria dos integrantes do comboio foram  mortos (cerca de 120 pessoas). Havia 17 crianças que sobreviveram. Estas 17 crianças foram adotadas por famílias locais. Dois anos depois, em 1859, o governo dos EUA reuniu as crianças com suas famílias no Arkansas. Mas por que os mórmons matariam emigrantes inocentes? A resposta está na história precedida a esses eventos.
Desde a fundação da Igreja, em 1830, os mórmons foram duramente perseguidos e atacados. Isso, por causas das muitas maluquices de um homem insano que os guiava. Eles haviam sido expulsos do Estado de Nova York para Ohio, depois, para o Missouri, Illinois e, finalmente, Utah.
No Missouri, em Haun's Mill, 18 Mórmons haviam sido mortos e 13 feridos. Lá, os Mórmons também pegavam em armas e cometeram crimes contra as leis locais, “em nome de Deus”. Tamanha era a baderna que fizeram que o governador do Missouri, chegou a divulgar uma ordem de extermínio contra os Mórmons, forçando-os a deixar Missouri ou seriam mortos.
O fundador da igreja, o “profeta” Joseph Smith Junior, tinha sempre resistido. Fora acusado e preso várias vezes e, finalmente, foi morto ao lado de seu irmão, na cadeia de Liberty.
Em 1857, o governo federal enviou 1.500 soldados dos Estados Unidos para Utah para lidar com o que ele achava que era uma seita de malfeitores. As tensões foram altas em Utah, em 1857.
 Por causa de toda a perseguição do passado e do medo de serem atacados ou presos por tropas federais, é provável que os Mórmons locais que participaram do Massacre de Mountain Meadows, agiram por um profundo medo e paranóia. Será que a perseguição contra os Mórmons justificaria o Massacre de Mountain Meadows? Os Mórmons foram fortemente perseguidos, expulsos de suas casas. Mataram em massa várias vezes, mesmo assim, a perseguição não justificaria os assassinatos em Mountain Meadows. Foi A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias responsável pelas mortes, através do medo imposto pela rígida doutrina de seus líderes? Ou os Mórmons locais de Cedar City agiram de forma independente?  Evidências dentro do mormonismo sugerem que o Presidente da Igreja, Brigham Young não foi o responsável, ou não tinha conhecimento do Massacre de Mountain Meadows antes do mesmo acontecer. Supondo que isso é verdade, e não há fortes evidências do contrário, pode-se dizer com segurança que a responsabilidade pelo massacre recai sobre os mórmons locais, e não a própria igreja. Mas por outro lado, ainda há a evidência de que os Mórmons protegeram seu líder, preservando sua imagem de “homem de Deus”. Colocando a culpa num punhado de “irmãos”.

Alguns têm apontado a estranha coincidência de que o Massacre de Mountain Meadows ocorreu em 11 de setembro, no mesmo dia dos atentados terroristas em Nova Iorque, Washington, DC e Pensilvânia em 2001. O filme "September Dawn" parece traçar paralelos entre os dois acontecimentos, atribuindo-as ao fanatismo religioso. O mormonismo, inicialmente, era uma mistura de religião com paganismo e doutrinas maçônicas. Quase todos os líderes iniciais da Igreja eram maçons.
Eu, por outro lado, não consigo crer que Deus possa estar no meio do mormonismo. Racismo explícito e outras barbáries. A história do mormonismo é muito polêmica. Desde o inicio, Joseph Smith, as placas de ouro, o controverso Livro de Mórmon, o falso livro de Abraão. As ordenanças nos templos, copiadas e alteradas da maçonaria. O escândalo da poligamia, envolvendo meninas e moças. A falsificação de dinheiro em Kirtland, Ohio. A apropriação de propriedades dos recém-convertidos no mesmo local. Qual a finalidade de tudo isso? Porque Joseph Smith queria destruir a fé das pessoas, com a criação de mais uma religião? Porque mais uma variante do cristianismo?
Dias atrás, escrevi um artigo sobre o mormonismo e mandei uns emails para várias pessoas, conhecidos meus, Mórmons e não Mórmons. Recebi de um ex-bispo da Igreja a seguinte mensagem via email: “Jamais tente destruir a minha fé! E pare de tentar destruir a fé das outras pessoas. Se destruíres a fé de alguém, precisas colocar outra no lugar. Caso contrário, poderás responder por isso algum dia”. Ainda bem que saí de lá. Caso contrário, eu sim que teria que responder por isso algum dia. Tem cada maluquice nessa doutrina. Hoje em dia, os membros Mórmons aparecem na mídia como pessoas de respeito, de caráter, de boa índole. Mas na verdade, a história é totalmente oposta da realidade. Estão manchados por sangue inocente. Conspiração, medo, crimes contra as leis civis de vários Estados americanos.


33 comentários:

  1. Duas coisas importantes você citou nesse post: a herança racista de Brigham Young, que menosprezou a raça negra com palavras discriminatórias e o massacre de Mountain Meadows, claramente mostra no filme Setembro Negro o envolvimento de Young no massacre. Os mórmons continuam negando tudo isso, mas a história e as próprias palavras dele provam isso. Admira-me que os mórmons tentam esconder essas coisas ao invés de admiti-las e pedirem desculpas aos negros, seria "honesto" da parte dos mórmons. Eu particularmente, pelo que li a respeito do Young, achei ele autoritário, pois ele juntou o cargo de governador de Utah e presidente da igreja, comparado a um reinado.

    ResponderExcluir
  2. Edson!
    Você citou as palavras corretas. Brigham Young se julgava um rei e se achava acima de todas as demais autoridades. Naquele lugar ermo que era Utah, distante da capital, distante do mundo mais civilizado que se concentrava, basicamente, no leste, ele fazia o que queria. Dominava sobre muitos. A Igreja admite hoje o envolvimento de membros no massacre de Mountain Meadows, mas não envolve o presidente da época. No filme, e em documentários, há uma evidente preocupação da Igreja em preservar o nome de Brigham Young. Até nas citações racistas e preconceituosas, há a omissão por parte da Igreja hoje em dia. Aconselho a qualquer pessoa que seja da raça negra ou descendente a pesquisar muito antes de uma filiação à Igreja Mórmon.

    ResponderExcluir
  3. Antonio Carlos, seria mais ou menos assim, comparando geograficamente com o Brasil, Utah = Acre local muito longe, e naquela época haviam muitas pessoas ignorantes e mal informadas que acreditavam e obedeciam tudo o que impunham, no caso, obedeciam cegamente o Young, pois ele acumulava o cargo de governo do território e presidente dos mórmons.

    ResponderExcluir
  4. Edson!
    Este distanciamento da civilização favoreceu o mormonismo. Eles, de certa forma se estabeleceram naquela região árida de Utah. Quando a ferrovia chegou até a região, já estavam com várias pequenas cidades construídas. Posteriormente o governo pressionou eles para que obdecessem às leis dos Estados Unidos ou perderiam suas propriedades. Wilford Woodruf foi cautelos e lançou o manifesto. Então começou aquel ladainha de um profeta falar coisas contrárias aos seus antecessores. Os Mórmons chamam isso de revelação contínuam. Eu chamo de burrice. Como é que eu vou concordar com um Deus que diz hoje uma coisa e amanhã fala outra? Foi assim com a poligamia, o sacerdócio aos negros. As alterações no Livro de Mórmon, etc.

    O Mormonismo é uma bagunça. A doutrina é mais maluca do que cativante. Qualquer um que queira entender fica mais confuso.

    ResponderExcluir
  5. Tem algum documento oficial aí do governo do Estados Unidos ou de Utah logo após a saída de Brigham Young do governo? Comprovando a culpa da Igreja, ou algum processo judicial, determinando a execução de pena a presidência da Igreja? Tem? Tem? Então não me venha com xurumelas. Você engana trouxas!!!!

    ResponderExcluir
  6. A grande raiva de muitos contrários a igreja desde antigamente, é que quando os santos foram banidos pra morrer no deserto, enviado para as piores terras do estados unidos, até então desconhecidas (exceto pela fato de estarem infestados de índigenas), mesmo assim os santos prosperaram e isso enfureceu muita gente,ô raiva que deu. Não adianta blogueiros anti-mórmons é um é dois é três é quatro é cinco e não adianta!!!!! Não adianta. Não adianta. Chorem de raiva!!!!

    ResponderExcluir
  7. Senhores Anônimos!
    Infelizmente, eu não tenho nenhum documento oficial do Governo dos Estados Unidos ou do Estado de Utah que aponte a culpa de Brigham Young como mandante no massacre de Mountain Meadows. Eu particularmente acho que ele não foi o mandante. Mas a doutrina ensinada por Joseph Smith e Brigham Young foi a principal causa por deixar os Mórmons de Cedar City malucos. Entretanto, é bom lembrar que no filme Setembro Negro e nos livros escritos recentemente, há uma forte ênfase direcionando o acobertamento e a preservação da reputação do “profeta”. Brigham Young sempre foi polêmico, mas, aos olhos dos Mórmons, aparentemente, nunca fez nada de errado. Era um homem íntegro com mais de 20 esposas. As declarações racistas que proferiu em nome de Deus, também não lhe causaram dano algum. Racista, preconceituoso e arrogante. Este era o homem de Deus que os Mórmons seguiram. Felizmente, como o Deus Mórmon é muito burro, acho que deve ter escolhido errado seu representante aqui na terra, pois os sucessores de Brigham revogaram muitas de suas declarações inspiradas. Inclusive com relação ao sacerdócio dado aos negros. Os Mórmons foram banidos para morrer no deserto porque quiseram. Ninguém os expulsou para lá. Foi graças à visão de um maluco como Brigham Young que uma grande quantidade de membros da Igreja morreu na jornada para Utah. Se não tivessem quebrado as leis de muitos Estados americanos, poderiam viver felizes para sempre em Nauvoo, em Kirtland, em Fayette, em Independence.

    ResponderExcluir
  8. Vocês todos falam sempre em provas. Se vocês não possuem então, não são diferentes daqueles a quem vocês acusam, mas se você consideram filmes e livros, discursos e relatos de homens tão relevantes, estão no caminho certo. Vocês, acusam, julgam mas jamais executarão. Jamais.
    O que querem que digamos? Que adoramos a Joseph e Brigham como o próprio Redentor? Se você conheceu mórmons assim que pena. Há os que conhecem os erros dos profetas, como também conhecemos os erros dos homens. Você fala que os mórmons quebraram leis e eram arruaçeiros. Garanto que em seus blogs vocês nunca pesquisaram ou mostaram quem eram os “Os Gatos Selvagens de Missouri” e de que como o 100% do povo missouriano eram fiéis respeitadores das leis norte americanas. Eram um povo santo que sofriam com os abusos dos ladrões de mulheres mórmons. Queimavam propriedades da igreja por mero cumprimento das leis norte americanas, espancavam mórmons e os líderes somente por pregar algo que os incomodavam e quanto ao casamento plural, procure na constituição americana quando a lei contra casamentos plurais foi criada, procure e me diga. A lei de casamento plurais (naquela época) realmente é muita areia para o caminhão de muitos. Assim como pra Cristo curar no sábado era uma ofensa tão grande digna de morte. Provas por provas, não será mostrado nada, pois a igreja não precisa provar nada para vocês e nem para o mundo. Acordem e aceitem isso.

    Desde então começou Jesus a mostrar a seus discípulos que convinha ir a Jerusalém, e padecer muito dos anciãos, e dos principais dos sacerdotes, e dos escribas, e ser morto e ressuscitar ao terceiro dia.

    E Pedro, tomando-o de parte, começou a repreendê-lo: Senhor, tem compaixão de Ti; de modo nenhum Te acontecerá isso.

    Ele, porém, voltando-se, disse a Pedro: Para trás de mim, Satanás, porque me serves de escândalo; porque não compreendes as coisas que são de Deus, mas só as que são dos homens.

    Continuem chorando...

    ResponderExcluir
  9. Caro Anônimo (Mais uma vez, anônimo)!
    Todas estas palavras que escreveste, para mim não fazem mais nenhum sentido. Fui membro dessa mesma Igreja que você quer tanto defender. Por longos anos a fio, sem nunca ter me desviado, afastado ou ter ficado inativo. Fui exatamente como você está sendo agora. Um homem que usava “viseira de cavalo” e que só enxergava numa direção, a apontada pelos líderes da Igreja. Finalmente, consegui me desvencilhar deste artefato e hoje posso enxergar para todos os lados. É uma pena que você não consiga fazer o mesmo. Não adianta nada você tentar me convencer de que os Mórmons que viviam no Missouri eram anjos e que os não Mórmons eram os demônios. Infelizmente, vejo que tens muito ainda o que aprender. Pena que tenha que experimentar os tormentos do mormonismo. Eu e muitos ex Mórmons escrevemos contra a Igreja porque sofremos hoje sequelas da doutrina alienante que nos foi imposta por pessoas maldosas como Joseph Smith e seus sucessores. Os coitados dos missionários e demais membros locais, infelizmente não sabem de quase nada. Por isso, nem quero pensar em culpar alguém que convivi enquanto era membro. Se há culpados de haver anti-mórmons são Jospeh Smith, Brigham Young e seus sucessores, inclusive o atual presidente Thomas S. Monson. Não posso deixar de culpar também o imaginário Deus Mórmon. Parece que ele é meio maluco, pois só escolhe picaretas e charlatães para representá-lo na terra. Digo isso porque nunca vi realmente uma profecia verdadeira e nem o uso do tal poder do sacerdócio de que tanto falam. Nunca vi nenhum amputado ser curado. Nem nascer dentes em banguela.

    ResponderExcluir
  10. Antônio Carlos o Tomé...não fique com raiva e também não precisa me ofender por não compartilhar da mesma crença que a sua...tenha calma. Nascer dentes em banguela é ótimo, usa chapa e bota corega! E amputado curado, injeta dna de lagartixa nele é cientificamente comprovado. Isso a ciência já fez?

    ResponderExcluir
  11. ok ok vc venceu...amanhã eu mudo de vida. buá buá....

    ResponderExcluir
  12. Não sei se você explicou em seu blog, que nem tudo que é dito em Journal of Discourses é Doutrina da igreja (mas nem precisa), e que discursos as vezes representam opiniões pessoais de pessoas de carne e osso que cometem erro. Não seja covarde usando somente um discurso de Brigham Young em 1859. Mostre outros onde ele fala sobre os negros. Traduza tudinho e explique melhor. Infelizmente muitas pessoas acabam acreditando em ex-mórmons sequelados como você que tentam tapar o sol com a peneira, aposto que você passou o tempo todo acreditando na perfeiçao e infalibilidade da liderança e de profetas, tão pecadores quanto você e eu, existem outros religiosos que creêm nesse dogma de líderes infalíveis. Se Brigham possuia algumas opiniões racistas naquela época, agora a igreja é falsa por isso!!! Journal of Discourses está aí pra todo mundo ver...(A igreja é tão ingênua para expor documentos para mesmo se destruir) Tsc Tsc Tsc, vocês são dignos de pena, quanto mais eu conheço ex-mórmons frustados mais ainda cresce meu testemunho. Como você não acredita em mais nada, como eu posso querer que você acredite na igreja? O ceticismo é o melhor mesmo pra sua mente, que usa sim uma viseira de cavalo. Não é ameaça não é promessa, todo homem prestará conta de palavras ociosas...Além do mais sou mórmon, minha família é feliz, tenho um bom emprego, pagar o dízimo nunca me faliu e nem vai falir, estou super bem com minha saúde. Tá tudo de vento em popa, e se nada disso estivesse assim eu não culparia o evangelho por isso...as pessoas na minha ala tem problemas e defeitos como em todas as alas do mundo. Não culpe a igreja por isso. Ser mórmon não é ser perfeito, nem se cobrar ao extremo por uma perfeição que nunca será alcançada, senão fosse assim não existiria necessidade de sacrifício expiatório. Eu oro por vocês, cada um no seu cada um, não se aborreça com minha "falta de inteligência". Mas eu sou Mórmon e pretendo ficar por aqui mesmo. Sds.

    ResponderExcluir
  13. http://pt.wikipedia.org/wiki/Infalibilidade_papal

    Imagine se Brigham fosse o papa, aí você rasgaria suas vestes....

    ResponderExcluir
  14. Anônimo!
    Eu acho muito estranho sempre que alguém cita uma fonte da Igreja, vir um membro em completo estado de delírio, afirmando que nem tudo o que está lá, naquela fonte, é inspirado. Que os profetas e Apóstolos são de carne e ossos como nós, e que são falhos. Aproveitam a oportunidade e englobam todos os membros da Igreja. Os membros também são citados como cheios de defeitos, e todo mundo na igreja é cheio de falhas e erra ao afirmar suas convicções pessoais. Só que as convicções são baseadas nos ensinamentos da doutrina Mórmon. Com essas palavras, todo mundo parece que está errado. Fica difícil para qualquer um que não conheça o mormonismo, acreditar em quem está certo e quando está certo. Não se pode acreditar no “profeta” que falou palavras racistas, mas se deve crer naquele outro que liberou o sacerdócio aos negros. Hoje em dia, é muito conveniente para os líderes de a Igreja SUD, contestar seus antecessores. Eles estão mortos e não podem se defender. Quero ver, se fosse possível, colocar Thomas S. Monson diante de Joseph Smith ou Brigham Young. Sairiam no soco. Pode ter certeza disso. A Igreja mudou tanto desde a sua fundação. O livro de Mórmon com todas as suas alterações, a poligamia abolida. As mais de duzentas ramificações Mórmons, cada uma com seu atual profeta vivo. Só pode ser piada isso. E tem gente que jura que está na Igreja verdadeira. Cada um dos membros das 219 ramificações Mórmons acha isso.

    ResponderExcluir
  15. Ah tá, você queria que vivêssemos com leis e doutrinas de 150 anos atrás, e o fato de mudar torna a igreja falsa? Ah tá bom já te entendi. A economia não muda e a mesma da época dos sumérios, a ciencia é a mesma de 1500 anos atrás. Você é igual a 10 anos atrás...Quem vive de passado é museu! A igreja mudou e mudará quantas vezes for necessário diante das mudanças do mundo e da sociedade, da pouca fé dos homens e das revelações do Senhor. Se pra viver em paz com as leis da sociedade, a lei da casamento plural foi abolida isso torna a igreja falsa pra você parabéns, show de bola seus comentários. Cada um das milhares ideologias no mundo idependente de religião acham que fazem o que é certo até mesmo você que vestiu a armadura de arauta da verdade, só que sua verdade só serve pra atacar a igreja. A igreja é assim sempre foi e sempre será. Se algo hoje não está dando certo na presidencia de Thomas S. Monson pode crer que na próxima presidência vai mudar se assim for da vontade do Senhor e eu estou falando de doutrina, nem todos os assuntos da igreja são originados da voz do Senhor num bate papo com o profeta. Se houve erros que foram corrigidos e revelações que foram revogadas, escandaliza tantos e muitos, principalmente falando sobre o sacerdócio para os negros. A igreja é hoje não amanhã e nem depois, viva e eficaz e sempre no upgrade. A igreja está aí e não há nada que apóstatas possam fazer contra isso. Melhor sorte na próxima vez e na próxima e na próxima.....

    ResponderExcluir
  16. O mais interessante em tudo isso é que no blog da Investigadora (Nefertiti) ela coloca as citações de Young devidamente sublinhadas como saiu da boca dele e foi escrito pelos secretários dele. (ela mostra os scanners dos originais), não há como duvidar, é a própria história da Igreja que hoje a internet nos mostra claramente, o que na igreja SUD é "escondido" cuidadosamente de todos, agora temos o conhecimento puro e sem subterfúgios. Citações esdrúxulas de racismo, poligamia e outros absurdos, típicos de ditadores com manto religioso. Isso não encontramos nos manuais publicados pela igreja, pois tais citações e "doutrinas" foram cuidadosamente supridas de tais manuais.

    ResponderExcluir
  17. Anônimo!
    Não precisaríamos viver com leis de 150 anos atrás, mas com a doutrina invariável do Deus Mórmon perfeito, isso sim. Cada vez que você fala dessa maneira, me convenço mais e mais da grande falha que há no mormonismo. Deus nunca revelou nada para ninguém. Nem Deus falou para Joseph, nem Joseph era um profeta. E seus sucessores são todos iguais. Embusteiros, charlatães que não curaram e nem curam amputados nem fazem crescem dentes em banguelas. O sacerdócio é uma fraude. Você fala do casamento plural como se fosse uma grande coisa de que os Mórmons tem do que se orgulharem. Você sabia que a liderança da Igreja ensina os membros a não falar a palavra poligamia porque isso os envergonha hoje. Saiba que nesse período em que Joseph Smith introduziu a poligamia e poliandria, muitos sofreram as piores decepções com o mormonismo? Inclusive sua legítima esposa Emma Hale Smith. Esta foi uma coitada na mão de um homem bruto, machista, tarado e pedófilo. Ele precisou inventar uma revelação (D&C seção 132) para tentar convence-la a aceitar a prática, ameaçando-a com todos os castigos do Deus Mórmon. Finalmente, com a morte de Joseph, ela se afastou para bem longe das pessoas que praticavam essa imundície. As leis de Deus não precisam ser revogadas, caso contrário, Deus não é Deus. Em muitos casos, há nas pretensas revelações de Smith, frases que dizem que “será para sempre”, “eternamente”. Há ameaças inclusive de que, para quem não praticar a poligamia, não poderá entrar na exaltação. O que houve com este Deus? É burro? Que tipo de revelação é essa que alguns anos após tais afirmações, é revogada? Se fosse para valer mesmo, os Mórmons iriam até a morte lutando pela palavra de seu Deus. Mas se acovardaram. Willford Woodruff se acovardou perante as ameaças de confisco por parte do governo americano. O Deus Mórmon temeu o governo dos Estados Unidos? Ou o que foi exatamente que aconteceu? Ou o que podemos aprender com esses incidente? Eu aprendi exatamente isso que escrevi.

    ResponderExcluir
  18. Edson!
    Não creio que o sistema empregado pela colega Investigadora não traga para ela os mesmos tipos de comentários que recebo aqui. Ela mesma, já me falou que tem recebido vários comentários, inclusive, insultando-a, condenando-a e mandando-a para o inferno e assim por diante. Ela até fez uma postagem especial com o nome de “Comportamento Mórmon – Ataque Pessoal”. Vejamos:
    “Os mórmons geralmente são amáveis e buscam o aperfeiçoamento pessoal e familiar. Lutam pela manutenção da estrutura familiar e, muitos, de fato, buscam seguir a décima terceira regra de fé: “Cremos em ser honestos, verdadeiros, castos, benevolentes, virtuosos e em fazer o bem a todos os homens: na realidade, podemos dizer que seguimos a admoestação de Paulo - Cremos em todas as coisas e confiamos em todas as coisas, temos suportado muitas coisas e confiamos na capacidade de tudo suportar. Se houver qualquer coisa virtuosa, amável ou louvável, nós a procuraremos." Porém, este comportamento pode mudar de maneira assustadora. Geralmente, um SUD ao ser confrontado ou ler algo que vai contra suas crenças, assume uma postura extremamente “anticristã”: demonstra raiva extrema, exorta contra o demônio, e pior, tenta desmerecer, de todas as formas possíveis, as pessoas que oferecem tais informações. Não verificam o que está sendo exposto, não vão às fontes citadas, mas negam com um desespero e raiva surpreendentes, fabricando motivos mais esdrúxulos possíveis para o motivo da exposição e contra a veracidade desta”.

    Portanto Edson, não será pelo fato de haver uma foto ou uma frase sublinhada num artigo que mudará o comportamento dos Mórmons. Eu mesmo era exatamente assim. Agia com o mesmo furor quando confrontado sobre a doutrina. Acreditava que a Igreja era verdadeira. Agora, o que espero é que as pessoas que não conhecem o mormonismo possam ler as postagens. Ao lê-las, torço para que não aceitem nunca a doutrina SUD. Os que estão lá dentro, o próprio tempo se encarregará de tirá-los de lá. Um abraço.

    ResponderExcluir
  19. O anônimo aí só esquece que Deus não muda suas doutrinas e nunca revela doutrinas que podem gerar racismo e poligamia com pedofilia! Mas os profetas mórmons mudaram muito contrariando o modo de Deus agir! Na hora de falar doutrinas'mormons a favor dos mórmons, os mormons dizem que Deus não muda, mas na hora de negar as doutrinas'mormons contrárias ao evangelho, aí os mormons falam que as doutrinas mudaram. Mormonismo é ipocrisia!

    ResponderExcluir
  20. Quando a doutrinas que proibia os negros de receber o sacerdocio foi revelada pelo Deus dos mórmons, essa proibiçao foi falada pra todos os mormons como sendo uma doutrina revelada diretamente Deus, e que nunca mudaria tal doutrina! Agora os mormons estão com essa mentira de dizer que era opinião pessoal dos profetas, e que não podem seguir leis antigas demais! Mormonismo é hipocrisia!

    ResponderExcluir
  21. Mormonismo é hipocrisia. Adorei este conceito. Pensei um pouco sobre o assunto depois de ler estes dois últimos comentários. Ouso em afirmar que as opiniões proferidas pelos membros Mórmons são as mesmas proferidas pelos líderes da Igreja. Já li em alguma liahona discursos se não me engano de Henry B. Eyring tentando desculpar uma revelação dada no passado por Brigham Young. Ele também falou sobre o massacre de Mountain Meadows. O velho papo de que os profetas são humanos. Joseph Smith disse que as revelaçãos falham porque ele recebia revelaçãos de Deus e do Diabo. Portanto, ele não tinha poder de deiscerni-las. Mormonismo é hipocrisia mesmo.

    ResponderExcluir
  22. a contenda e algo ruim existem varias igrejas fico triste guando vejo isso acontecer, se vc nao tem fe numa, segue outra , nos nao entendemos o pq de certas coisas. pq Deus teve q matar varias pessoas no diluvio.mas como disse a biblia e o livro de mormom se tens falta de sabedoria peça a Deus q da a todos
    moroni 10:3-5 tiago 1:5-6 acho perca de tempo falando mal dos outros pq sera q todos falam mal dos mormons ajuda tb outros se interessar em saber por esta igreja e tao perseguida e pq eles nao tem nada a divulgar dos outros.daqui a pouco vc vai ta abrindo uma igreja.

    ResponderExcluir
  23. JAAT!
    Você realmente acha que quanto mais falarmos "mal" dos Mórmons, mais as outras pessoas se interessarão pela doutrina e aceitarão? Primeiro, não falamos mal dos Mórmons. Falamos da doutrina corrompida e mentirosa. Fui membro há muitos anos e nunca aprendi na Igreja sobre a verdadeira intenção da poligamia, do racismo, da falsidade que é o livro de Mórmon. A idéia não é criar contenda, mas sim, mostrar às pessoas como é realmente o mormonismo.

    ResponderExcluir
  24. Favor postar vossos comentários em:
    www.sobreomormonismo.blogspot.com

    ResponderExcluir
  25. voces sao um bando de apostatas. Brigham Young foi um grande homem. No dia que foi feita uma grande reunião para saber quem seria o sucessor apos a morte de Joseph, quando foi um dos membros falar o porque deveria ser o novo profeta, depois de pouco mais de 1 hora falando, foi a vez de Brigham Young. Quando ele começou a falar, as pessoas se espantaram, Parecia ser o proprio Joseph Smith falando. Todos concordaram unanimamente e espantosos que Brigham Young seria o 2º presidente. Tudo que falam sobre a Igreja é mentira. É como o profeta ouviu da voz do senhor. Muitos falariam bem e mal dele. Antonio voce sabe muito bem que a Igreja ensina o verdadeiro evangelho. A unica Igreja que não existe corrupção pois é a igreja do cordeiro. Pessoas humildes que recebem chamados e trabalham diligentemente na obra do Senhor. Talves você não tenha suportado alguma coisa da Igreja talves a palavra de sabedoria ou qualquer coisa. Voce preferiu ouvir o mundo que trabalhar valentemente no testemunho do Senhor. É lógico que você sempre encontrará um motivo pra diflamar a igreja por ter sido excomungado. É notório que você quer levar muitos consigo por temer que estas coisas são verdadeiras. Tu vê a honestidade de teus irmão em trabalhar na vinha. Se você realmente se importasse com igrejas que fazem as pessoas se tornarem ruins, voce atacaria os que matam inocentes dizendo que é por vontade do alto e outras anomalias que enduzem as pessoas ao fanatismo. Mas você ataca os mormons porque sente que o livro de mormon é verdadeiro e teme por isso. Saiba que você nunca foi uma vitima e nunca será. você é o proprio exemplo do que esta escrito nos livros, tanto na biblia como no livro de mormon.

    ResponderExcluir
  26. Olá Antõnio Carlos,
    Eu li há alguns anos em uma revista de história
    Que tanto Brigham Young e Joseph Smith lideres dessa ceita, tinham pleno conhecimento conhecimento deste massacre antes mesmo do ocorrido. Sabiam e participaram mesmo que indiretamente. E o interesse principal era roubar o dinheiro e títulos de propriedades concedidos pelo governo americano a estas
    famílias cujos alguns menbros eram heróis de gerra.
    O senhor Joseph Smith, não é e nem nunca foi uma pessoa de valores, honesta e virtuosa sendo um dos protagonista de uma dos maiores massacre da história dos Estados Unidos.

    ResponderExcluir
  27. Nossa "Anonimo" ,
    Seja mais elegante e inteligente, leia mais antes de escrever qualquer coisa!

    "Tem algum documento oficial aí do governo do Estados Unidos ou de Utah logo após a saída de Brigham Young do governo? Comprovando a culpa da Igreja, ou algum processo judicial, determinando a execução de pena a presidência da Igreja? Tem? Tem? Então não me venha com xurumelas. Você engana trouxas!!!!"

    "
    A grande raiva de muitos contrários a igreja desde antigamente, é que quando os santos foram banidos pra morrer no deserto, enviado para as piores terras do estados unidos, até então desconhecidas de (exceto pela fato estarem infestados de índigenas), mesmo assim os santos prosperaram e isso enfureceu muita gente,ô raiva que deu. Não adianta blogueiros anti-mórmons é um é dois é três é quatro é cinco e não adianta!!!!! Não adianta. Não adianta. Chorem de raiva!!!!"

    " enfestados de indigenas" Que podre!!!! Essa sua fala me dá nojo e é carregada de preconceito.

    Leia mais meu querido "Anonimo", pois diploma na mão não significa que a pessoa tenha uma bagagem cultural, qualquer um pode comprar ou ter um diploma hoje em dia isso é muito fácil.
    As revistas "Aventuras na História" e "National Geographc" já publicaram artigos muito interessantes sobre o assundo.
    Beijos
    Carla

    ResponderExcluir
  28. ¨¨ Juliana
    ................................................
    Vejam so o modo de proceder ou os comentários dos mormons aqui nesse blog inspirado pelo Espírito Santo! São agressivos e falam coisas contrárias ao evangelho e contra Jesus, isso é prova clara q' a igreja dos mormons não é Deus e não melhora seus adeptos!

    ResponderExcluir
  29. Senhor Antônio Carlos senti a falta de seu comentário a respeito deste comentário do amigo Anônimo, que eu gostaria muito de conhecer admiro pessoas inteligentes só tinha que ser membro da Igreja de Cristo mesmo, o por sinal a muitos inventores do passado que só acrescentaram no mundo e que são membros da igreja, que inspirações divinas né. Meu nome é Cleber. Mas releia o comentario por favor:

    AnônimoMay 26, 2011 04:15 PM
    voces sao um bando de apostatas. Brigham Young foi um grande homem. No dia que foi feita uma grande reunião para saber quem seria o sucessor apos a morte de Joseph, quando foi um dos membros falar o porque deveria ser o novo profeta, depois de pouco mais de 1 hora falando, foi a vez de Brigham Young. Quando ele começou a falar, as pessoas se espantaram, Parecia ser o proprio Joseph Smith falando. Todos concordaram unanimamente e espantosos que Brigham Young seria o 2º presidente. Tudo que falam sobre a Igreja é mentira. É como o profeta ouviu da voz do senhor. Muitos falariam bem e mal dele. Antonio voce sabe muito bem que a Igreja ensina o verdadeiro evangelho. A unica Igreja que não existe corrupção pois é a igreja do cordeiro. Pessoas humildes que recebem chamados e trabalham diligentemente na obra do Senhor. Talves você não tenha suportado alguma coisa da Igreja talves a palavra de sabedoria ou qualquer coisa. Voce preferiu ouvir o mundo que trabalhar valentemente no testemunho do Senhor. É lógico que você sempre encontrará um motivo pra diflamar a igreja por ter sido excomungado. É notório que você quer levar muitos consigo por temer que estas coisas são verdadeiras. Tu vê a honestidade de teus irmão em trabalhar na vinha. Se você realmente se importasse com igrejas que fazem as pessoas se tornarem ruins, voce atacaria os que matam inocentes dizendo que é por vontade do alto e outras anomalias que enduzem as pessoas ao fanatismo. Mas você ataca os mormons porque sente que o livro de mormon é verdadeiro e teme por isso. Saiba que você nunca foi uma vitima e nunca será. você é o proprio exemplo do que esta escrito nos livros, tanto na biblia como no livro de mormon.
    Responder

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Senhor!

      Nunca fui excomungado! leia o meu novo blog:

      www.sobreomormonismo.blogspot.com

      Lá você encontrará mais sobre minha pessoa. Muitas outras postagens enriquecedoras.

      Excluir
  30. Cleber Sud :)



    O MASSACRE DA MONTANHA MEADWOS


    A Verdade Sobre o Que Realmente Aconteceu

    Este é um assunto que tem sido muito deturpado, propositadamente, por nossos críticos. Eles têm acusado A Igreja de ser responsável por este trágico acontecimento. Entretanto, conheçamos os fatos e enredo do que realmente aconteceu.

    Na mesma semana em que o capitão Van Vliet visitava Salt Lake City, uma tragédia aconteceu a quase quinhentos quilômetros ao sul. Pode-se entender melhor o fato dentro do contexto da histeria de guerra causada pela chegada iminente das tropas federais a Utah.

    Assim que soube que um exército estava a caminho, George A. Smith, responsável pelas colônias do sul, viajou para o sul de Utah a fim de mobilizar tropas e colocar a região em alerta de guerra.

    ResponderExcluir
  31. If the Government of the United States, in Congress assembled, had the right to pass an anti-polygamy bill, they had also the right to pass a law that slaves should not be abused as they have been; they had also a right to make a law that negroes should be used like human beings, and not worse than dumb brutes. For their abuse of that race, the whites will be cursed, unless they repent.

    Tradução by Google:
    Se o Governo dos Estados Unidos, no Congresso montado, tinha o direito de passar um projeto de lei anti-poligamia, que também tinha o direito de aprovar uma lei que os escravos não deve ser abusado como eles foram, eles também tinham o direito de fazer uma lei que os negros devem ser usados ​​como seres humanos, e não pior do que os brutos mudos. Por seu abuso de que a raça, os brancos serão amaldiçoados, a menos que se arrependam.

    Journal of Discourses Volume 10 Página 110, Brigham Young, 08 de março de 1863.

    Vixi será o mesmo Brigham rascista? parece né...tudo é questão de ótica... esses antis me matam mesmo..hehehe

    ResponderExcluir
  32. Legal, sobre os mórmons você citou bem e muitas dessas coisas realmente aconteceram, mas a minha sugestão é que você estude um pouco mais 'detalhadamente' sobre os profetas da Biblia também e você encontrará as mesmas 'coisas estranhas' como por exemplo uma criança chamar o Profeta Elias de careca e ele mandar 2 ursos matarem 42 crianças, estranho néh?! Acho que ele também não poderá ser chamado de profeta, pois ele é falho assim como os mórmons, não é mesmo? Ou de quando o profeta Nóe que estava bebado na arca manda amaldiçoar seus filhos, estranho não é? Mesmo com as falhas desses e de muitos outros profetas, como o orgulhoso Salomao e Pedro eu acredito em todos os profetas da Biblia, é assim que Deus trabalha, não existe seres perfeitos, todos os profetas que Deus chamou cometeu erros, TUDO ISSO É QUESTÃO DE ÓTICA... Agora, meter o pal nos Mórmons é fácil quero ver se você é macho de largar sua casa por 2 anos e bater na porta das pessoas para ensinar sobre Jesus Cristo e batiza-las, quero ver se você é macho de trabalhar semanalmente e voluntariamente como clero leigo e chorar com os que choram, inclusive os Negros como você tem apontado, por que você não vem me perguntar o quanto o Evangelho abençoa a minha vida e de minha família? Por que você não pergunta quais sentimentos os mórmons tem quando se estão na igreja aos domingos? Mais uma vez... TUDO ISSO É QUESTÃO DE ÓTICA meu chapa, não me interessa seus apontamentos inúteis, mas sim a felicidade que o evangelho ensinado na igreja Mormon me proporciona e o quanto sirvo aos demais membros.

    ResponderExcluir