quarta-feira, 24 de março de 2010

O AQUECIMENTO GLOBAL

Econ. Antonio Carlos Popinhaki

Exponho hoje mais alguns pensamentos e reflexões sobre o aquecimento global. Dias atrás, assisti um documentário na internet no Discovery Channel sobre vulcões. Descobri que os vulcões são os principais responsáveis pelo aquecimento deste planeta há milhões de anos. Isso, porque o núcleo da Terra está em constante atividade. Os recentes terremotos e erupções vulcânicas são a comprovação de que isto é verdade. O núcleo deste planeta é tão quente quanto a temperatura do sol. Em tempos remotos era impossível a vida devido este calor todo estar na superfície.
A teoria das religiões do criacionismo aos poucos vai caindo por terra. Isto porque a complexidade de todo este calor e resfriamento levou uma eternidade. Toda a água na Terra veio do espaço, trazida por gigantescos impactos de corpos celestes durante a própria formação do planeta. Isto data de 4,55 bilhões de anos. Esta água fora a responsável pelo resfriamento do planeta. Foram feitas simulações de colisões de corpos celestes que indicaram sua responsabilidade de transporte de 5% a 20% de água para o nosso planeta. Colisões de corpos do tamanho de um planeta com cerca de 1000 quilômetros de diâmetro completaram a tarefa, na formação da prórpria Terra.
De acordo com simulações, esses embriões acertaram a Terra no estágio final da formação do planeta. Foram impactos gigantes quando a Terra tinha de 80% a 90% da sua massa atual. A Lua, nosso satélite natural é na verdade parte de nosso planeta. Numa época remota houve um impacto tão grande que um pedaço se desprendeu, formando o astro que nos ilumina nas noites de céu sem nuvens.
Com a água que fora trazida para este planeta, também vieram alguns gases como o ozônio, o hélio, o hidrogênio, o oxigênio. Gases estes presentes na atmosfera. Formou-se uma grande massa gasosa de particulas de água em volta do planeta. A luz solar foi impedida de chegar na superfície do planeta devido a espessura desta massa gasosa. Consequentemente, a terra esfriou, formaram-se os mares e começou então, a vida.
Os vulcões, todavia, nunca foram extintos e nem aparentemente serão num futuro próximo ou distante. Como falei anteriormente, há intensa atividade sob nossos pés. As placas tectônicas estão em movimento, boiando sob um inferno de lava. Quando se chocam, acontece um terremoto em um local qualquer, matando muitas vidas. Isso sempre aconteceu. Os dinossauros e outros répteis na era jurássica desapareceram sob esta atividade.
Consequentemente, depois de jogar toneladas de carbono e gases nocivos na atmosfera, o planeta tende a resfriar-se. Passar por uma espécie de purificação. Isso, por causa da grande quantidade de água existente na superfície. Num documentário sobre animais da pré história, feito pela rede inglesa BBC, foi nos mostrado que um dia a Antártida teve clima tropical como o do Brasil. Também não podemos esquecer da era glacial, onde por um longo período, o planeta Terra foi envolto em extensas mantas de gelo.
Agora, voltando nossos pensamentos para a nossa atual época. O mundo está aquecendo rapidamente. Isso é fato e é inquestionável. Dizem que o homem é o culpado. Isto também é fato porque o homem acelera este aquecimento com a emissão de intensos volumes de gases nocivos como o carbono, por exemplo, na atmosfera do planeta. O aquecimento global é ocasionado principalmente pelo processo que ocorre quando uma parte da radiação solar refletida pela superfície terrestre é absorvida por determinados gases presentes na atmosfera. Como consequência disso, o calor fica retido, não sendo libertado para o espaço. O efeito estufa dentro de uma determinada faixa é de vital importância pois, sem ele, a vida como a conhecemos não poderia existir. Serve para manter o planeta aquecido, e assim, garantir a manutenção da vida. O que se pode tornar catastrófico é a ocorrência de um agravamento do efeito estufa que desestabilize o equilíbrio energético no planeta e origine um fenômeno conhecido como aquecimento global.
O desequilíbrio ocorre justamente porque, além dos gases que o próprio planeta expele, aceleramos o processo. Emitimos gases também. Nossos automóveis movidos com combustível fóssil à base de petróleo, nossas chaminés de indústrias. As queimadas provocadas com o intuído de limpar áreas para a agricultura ou pecuária são na verdade agentes que aumentam em muito a sujeira na atmosfera da Terra.
Até quando isso vai perdurar? Alguns cientistas acham que daqui há 50 anos a vida será muito dificultosa pois haverá falta de água e alimentos. As geleiras dos pólos estão derretendo há anos e os mares estão subindo. Parece que isso tudo está acelerando a atividade interiorana do planeta e há mais terremotos, maremotos e tsunamis.
O que nos resta fazer então? Devemos ter a consciencia de que o homem não é o verdadeiro dono do planeta Terra. Estamos aqui como consequencia. A primitividade de vida que se desenvolveu “milagrosamente”, com intervenção divina ou não., certamente não foi humana. Após longo período de evolução, chegou nossa vez de aparecer em cena. Como dizemos que temos racionalidade, então, cabe a nós decidir sobre:

  • Natalidade desenfreada e contínua;
  • Meios de transportes poluidores à base de petróleo;
  • Indústrias que despejam toneladas de fumaça na atmosfera;
  • Queimadas com objetivos toscos de produzir alimentos em áreas cada vez maiores. O ideal é a alta produtividade com tecnologia em áreas menores.


  • Construções de hidrelétricas em áreas que tem muita mata e que emitem gases de decomposição animal e vegetal.

Ainda há tempo! Que cada um de nós possa refletir e fazer sua parte não mais agredindo o meio ambiente com desmatamentos, extrativismos desenfreados.

Um abraço a todos!


Um comentário:

  1. tambem me preocupo com as condiçoes do nosso planeta mas estudando a biblia aprendi que ha uma soluçao, em breve o Reino de Deus, que milhoes de pessoas pedem quando oram o pai nosso, sera estabelecido na Terra: pora fim ao governo humano e transformara essa Terra num lindo paraiso os textos que comprovam isso são:Mateus6:9,10 Daniel 2:44 e Revelação(apocalipse)21:3,4

    ResponderExcluir